Equipe de vendas motivada em 4 passos

Equipe de vendas

É muito comum que os gestores se perguntem como motivar uma equipe de vendas. Afinal, nem sempre a automotivação é capaz de elevar a performance de um time sozinha.

Por isso, aqui você confere alguns passos essenciais para manter os vendedores motivados e conquistar deles os melhores resultados.

Aproveite para conhecer o CRM de vendas da Linkseller, que te ajuda a colocar em prática o que você aprenderá na sequência.

Inclusive, um sistema de CRM de vendas aumenta as chances de fechamentos em até 29%.

O mesmo vale para a produtividade, que sobe em até 34%, e para a precisão na estimativa de propostas assinadas, que se eleva em 42%, de acordo com pesquisa da Salesforce.

Além disso, os melhores softwares de vendas também conseguem reduzir os ciclos comerciais entre 8 e 14%, segundo a Nucleus Research.

Quer mais? Saiba que 24% dos representantes de uma equipe de vendas conseguem bater a meta anual com acesso móvel ao CRM, conforme levantamento da Aberdeen Group.

Ou seja, mais do que motivar, é preciso ter em mãos as ferramentas e recursos certos. Por isso, invista nas dicas que aprenderá na sequência e na contratação de um CRM.

Preparado para elevar sua performance? Então, boa leitura!

1) Crie um funil de vendas bem estruturado para uma equipe de vendas motivada

Em primeiro lugar, estabeleça quantas fases deve ter um funil de vendas ideal para a complexidade do seu negócio.

Esse é um cuidado essencial para ter uma equipe de vendas com a motivação elevada. Fluxos muito difíceis de entender ou com fases demais, por exemplo, tendem a reduzir o desempenho dos vendedores ao longo do processo.

Com a ajuda do CRM, você consegue organizar as etapas, ter dados sobre a jornada de compras dos clientes, inclusive em tempo real, e ainda melhora a relação entre marketing e vendas.

2) Cuidado com as metas impossíveis

Equipe de vendas_passo 2

Depois, um dos erros mais comuns e que mais prejudica a motivação de uma equipe de vendas são as metas inviáveis.

Assim, não adianta o gestor estipular R$ 100 mil de resultados mensais, se os vendedores não têm como chegar a esse valor.

Independente de o motivo ser o valor do produto, a estrutura corporativa ou a complexidade do mercado, por exemplo, é preciso criar esse teto com base em dados reais.

Por isso, o CRM de vendas entra em cena mais uma vez como apoio à gestão. Afinal, ele agrega um histórico de informações sobre as transações comerciais, leads e clientes.

Então, ajuda a estabelecer o Ticket Médio ideal, assim como as metas possíveis, sejam coletivas ou individuais. Com ele, o comparativo é possível.

3) Organize a rotina da equipe de vendas

Em terceiro lugar, a organização pode ser considerada como o “calcanhar de Aquiles” do vendedor.

Dessa forma, a motivação acaba sendo prejudicada, já que a equipe de vendas sente dificuldade de cumprir todas as suas funções e ainda ter tudo da rotina em dia.

Inclusive, a perda de dados e até de compromissos também é um desmotivador frequente. Por isso, use o CRM de vendas para incluir lembretes, alertas e o controle de agendas.

Além disso, com acesso ao sistema, os vendedores conseguem subir os feedbacks de visitas e outros dados em poucos cliques e de onde estiverem, dando fim a essa insegurança.

Da mesma maneira, a gestão de vendas fica facilitada, assim como a tomada de decisão.

4) Tenha KPIs claros

Na sequência, os indicadores comerciais ou KPIs devem ser precisos e claros para que a equipe de vendas saiba o que necessita ser feito.

Assim, de todos os dados, métricas e informações, levante os KPIs certos, que contribuam para os resultados.

Entre eles, estão a Taxa de Conversão, o Custo de Aquisição por Cliente (CAC), o Lifetime Value (LTV) e o Churn, por exemplo.

Então, quando você pega essas métricas e avalia o processo comercial desde o início ou de trás pra frente, consegue identificar pontos de melhoria.

O CRM ajuda a acompanhar esses resultados em tempo real. Assim, a gestão pode deixar claro para o time o que cada um precisa fazer para converter ou atrair mais leads, entre outros.

Com clareza, direcionamento e organização, a motivação só tem a ganhar. Assim como, a produtividade.

Por fim, agora que você já viu quais são as soluções que o CRM traz nas empresas e como aumentar suas vendas com ele, é hora de colocar em prática as técnicas que aprendeu aqui e sentir a diferença nos resultados.

Mas, lembre-se, o software sozinho não faz milagres. Por isso, é fundamental acompanhar a equipe de vendas de perto e mostrar-se disposto a ouvir os vendedores e melhorar processos. Boas vendas!