Pitch de vendas matador: como desenvolver com 4 técnicas

Pitch de vendas matador

No mundo dos negócios a comunicação é crucial para o sucesso. Por isso, saber montar um pitch de vendas matador é essencial para qualquer organização.

Independente do tamanho ou setor, toda empresa precisa saber como e o que falar. Mais ainda, deve entender que cada cliente é único e que o discurso precisa se adequar para ser efetivo.

Afinal, vendedores robôs (literalmente ou com pitchs robotizados) não costumam gerar bons resultados. Então, nas próximas linhas você confere:

  • O que é um pitch de vendas matador;
  • Quais tópicos devem compor o discurso;
  • 4 técnicas para fazer o seu dar certo.

Pronto?

O que é um pitch de vendas matador

Pitch de vendas matador_técnicas

Para começar, entenda que o pitch de vendas matador não é uma fórmula matemática imutável. Pelo contrário, ele é moldável e assim deve ser para que se adapte às particularidades da audiência.

Dessa forma, ele vai além de um discurso ou conversa, usando técnicas para capturar a atenção. Por isso, o pitch deve ser capaz de:

  • Levar ao reconhecimento de uma forte necessidade por parte do consumidor;
  • Despertar a avaliação sobre o que está sendo ofertado;
  • Eliminar possíveis objeções, dúvidas e reforçar os benefícios da solução oferecida, sem arrogância.

Geralmente, um pitch de vendas matador consegue atingir esses três pontos, levando a um próximo passo no ciclo de vendas. Assim, ele pode ser tanto uma nova reunião quanto uma visita à empresa que oferece o produto ou serviço, por exemplo.

Portanto, pode-se dizer que o discurso precisa ter frases preparadas, estratégicas e bem pensadas que levem o ouvinte a próxima etapa.

Quais tópicos devem compor o pitch de vendas matador

Em segundo lugar, embora não deva ser robotizado, um pitch de vendas matador precisa sim ter um fluxo de ideias e tópicos estabelecidos. Dessa forma, inclua:

  • Introdução: assim, elabore uma breve apresentação sobre a empresa, o mercado e a oportunidade;
  • Demonstração da solução: é a hora de falar sobre a necessidade do produto ou serviço e dos benefícios da oferta;
  • Diferenciais: cite alguns dos principais, como tecnologias, pesquisas ou inovações, por exemplo;
  • Qual é a proposta: esta é a hora dos números, tanto do que precisa ser investido quanto dos resultados já alcançados. Mostre para o que veio, indique cases de sucesso, entre outros.

Comumente, um pitch de vendas matador tem cerca de 5 slides ou um pequeno vídeo que passe por todos esses pontos.

Porém, é preciso ver o que dá certo para sua empresa e ramo de atuação, adequando o discurso de acordo com a demanda e características do público.

4 técnicas para fazer seu pitch de vendas matador dar certo

Embora muita gente pense que elaborar um discurso comercial é complicado, a verdade é que só depende de técnica, planejamento e foco.

É claro que o vendedor precisará estar muito bem informado sobre as pessoas que irão ouvi-lo, assim como quanto ao produto ou serviço. Afinal, é ele que representa a marca e precisa transmitir confiança em todos os sentidos.

Porém, com algumas estratégias simples é possível aumentar as chances de ter um pitch de vendas matador de verdade:

1) Elimine a tensão e ansiedade

Em primeiro lugar, “quebre o gelo” com a audiência e também evite que esses sentimentos te dominem. Por isso, o ideal é treinar a fala antes, inclusive pode ser com a gestão e os vendedores.

Assim, você se sentirá mais seguro e, com os feedbacks que receber, poderá melhorar o pitch.

2) Entenda como funciona o cérebro

Em segundo lugar, entra o estudo do comportamento das pessoas. Por isso, tenha a noção de que a Neurociência tem tudo a ver com a área de vendas.

Aliás, é o cérebro que comanda as decisões e existe uma série de técnicas que podem impulsionar o desejo por um produto ou serviço.

3) Tenha cuidado com o gestual

Assim como o tom de voz e as palavras, o corpo também fala. Dessa forma, tenha cuidado com trejeitos, braços cruzados e movimentos muito expansivos, por exemplo.

O ideal é ter gestos simples, leves, naturais e preferencialmente mexer as mãos apenas entre o peito e a barriga, sem exageros. Portanto, linguagem corporal importa muito!

4) Use linguagem simples e adequada

Por fim, exceto em produtos ou serviços extremamente técnicos, quanto mais simples a forma de se expressar, melhor o entendimento e menor o número de dúvidas. Por isso, não rebusque demais a linguagem. Fale da forma adequada para quem está ouvindo.

Sistema de CRM para gerenciar os seus pitch

Para encerrar, quando você utiliza um sistema de CRM fica muito mais fácil reunir informações cruciais do público para criar um pitch de vendas matador.

Por isso, fica o convite para conhecer a Linkseller, ferramenta de gestão de vendas e automação feita por vendedores para o seu sucesso. Então, teste grátis por sete dias, sem compromisso, e aproveite para renovar seu discurso comercial. Boas vendas!