Gerenciar leads: como fazer em 3 passos

Gerenciar leads

Gerenciar leads é a melhor forma de aumentar a performance e atrair novos clientes. Afinal, os maiores desafios de uma organização estão na captação e manutenção de consumidores, o que um bom gerenciamento melhora e amplia.

Então, para que você saiba como implementar uma gestão eficaz, aqui você confere:

  • O que é um lead;
  • O papel do funil de vendas no processo;
  • 3 passos para aumentar a taxa de conversão.

Vem ler até o final!

Antes de gerenciar leads, entenda o que é esse conceito

Em primeiro lugar, saiba que um lead vai além de um nome e um e-mail. Embora esses dados sejam geralmente os que você receberá ao solicitar o preenchimento de um formulário online, é fundamental que os vendedores vejam que por trás de um contato existe um ser humano.

Assim, é preciso entender o que motiva aquela pessoa a estar interessada no seu produto ou serviço. Afinal, o conceito é justamente esse: alguém que descobriu sua marca e quer saber mais. Então, aquele indivíduo aceitou trocar um conteúdo, como um ebook, por exemplo, por algumas informações pessoais.

Por isso, gerenciar leads é um processo crucial. Pois, a partir do momento em que alguém quer te conhecer, suas chances de fechar negócio aumentam. Já existe uma empatia, já tem uma ligação.

Dessa forma, a melhor maneira de estreitar o relacionamento é através do Marketing de Conteúdo. Então, avalie os canais utilizados por essas pessoas é use-os para nutri-los com conteúdo de valor, que agreguem diferenciais à sua oferta. Nesse sentido, você usará, sobretudo, a estratégia do funil de vendas.

Funil de vendas para gerenciar leads

Gerenciar leads_passos

Embora o funil de vendas seja muito relacionado ao envio de e-mail marketing, ele também pode ser usado para gerenciar leads em outros canais. Portanto, o importante para nutrir o relacionamento é entender a jornada de compra do consumidor.

Dessa forma, você poderá definir as etapas que serão necessárias para levá-lo até o fundo do funil, onde a tomada de decisão e a aquisição acontecem.

Os chamados fluxos de nutrição fazem parte do processo e precisam ser estabelecidos para levar o lead a confiar na proposta e marca. Por isso, saiba que eles devem ter:

  • Um tempo pré-estabelecido. Por exemplo, ele baixou um ebook, em quantos dias você deve enviar um novo conteúdo? Depois, qual o período ideal até um próximo contato?
  • Base nas demandas do público. São elas que definirão principalmente os temas dos seus contatos e conteúdo. Porém, lembre-se que é preciso considerar a individualidade;
  • Automatização de processos. Esse cuidado é essencial para otimizar o tempo das equipes de marketing e vendas.

Portanto, veja a nutrição como uma parte essencial do funil para gerenciar leads. Sem esse cuidado, será difícil fechar negócio.

3 passos para gerenciar leads e aumentar a taxa de conversão

Nesse sentido, entenda que existem 4 estágios que compõem o processo de gerenciar leads:

  • Captura: primeiramente vem a conquista do contato, ou seja, primeiro momento e etapa do processo;
  • Engajamento: em segundo lugar, a nutrição, que você viu como parte do funil de vendas;
  • Qualificação: na sequência, após estreitar o relacionamento, é preciso analisar se aquele lead já está pronto para ser direcionado para o time comercial;
  • Distribuição: depois de qualificados, os contatos precisam ser distribuídos entre os vendedores para o fechamento.

Agora, veja os passos para cumprir esses estágios, gerenciar leads e aumentar a taxa de conversão:

1) Filtre e limpe os contatos

Da mesma maneira que quanto mais leads você captura, maiores serão suas chances de fechamento, esse processo também gera contatos “vazios”. Ou seja, que mesmo com a nutrição não irão em frente.

Portanto, de tempos em tempos, retire da lista também os inválidos ou que pediram descadastro. Além disso, crie “funis paralelos” para os fluxos de nutrição que precisam ser mais longos.

2) Valide os e-mails recebidos

Existem ferramentas online para que você possa checar os dados antes de iniciar seus esforços. Afinal, e-mails cancelados ou inexistentes gerarão retrabalho. Verifique-os, portanto, em plataformas como Base Limpa, Safety Mails e Checador.

3) Use a automação através de um sistema de CRM

Por fim, ganhar tempo significa mais produtividade e, consequentemente, dinheiro. Assim, invista em um sistema de CRM. A plataforma da Linkseller, por exemplo, além de ser 100% online, tem diversas funções para gerenciar leads:

  • Organização de listas;
  • Acesso a métricas, como taxa de conversão e ticket médio;
  • Aplicação de filtros;
  • Geração de relatórios;
  • Histórico de contatos e até de compras, por exemplo;
  • Modelos de mensagens;
  • Integração com outros apps, assim você pode inclusive enviar e gerenciar campanhas pelo sistema, entre outros.

Então, experimente gratuitamente essa ferramenta por até sete dias. Assim, você já sente a diferença na sua rotina e performance. Boas vendas!